***************************************************************************************************************************************
***************************************************************************************************************************************


quarta-feira, 30 de setembro de 2009

O que posso fazer?


Que posso fazer? Tento lhe esquecer
Mas uma força maior que minha vontade
Me leva em pensamento até você.
É uma saudade doída que não sei explicar.
                
Não poderia, prometi esquecer VOCÊ!
Já não ouço nossas músicas,
Onde a lembrança é visível,
Mesmo assim tento esquecer VOCÊ.
              
As lágrimas começam a rolar em meu rosto
Por mais que eu queira escondê-las
Não consigo, pois a dor da saudade é cruel
E quanta saudade sinto de você!
              
Não quero lembrar dos momentos felizes,
Preciso esquecer que fomos Q'ridos!!!
Que por algum momento possa ter sentido minha falta,
Mas quero dizer que estou carente de VOCÊ!

terça-feira, 22 de setembro de 2009

Jamais esquecer você!


Eu andava amargurada, sem sentir as grandes emoções da vida.
Então chegou alguém e disse "VIVA!!"

Eu viví no mundo e tive todas as alegrias e tristezas.
Então chegou alguém e disse "AME!!"

Eu amei e tive a dor da decepção.
Então alguém voltou e falou "PERDOE!!"
Eu perdoei e senti no fundo do meu ser a nobreza de quem ama e perdoa.
Mais o vazio na minha vida continuou então alguém me disse "ESQUEÇA!!"

Através de minhas lágrimas respondi:
EU VIVI...
EU AMEI E PERDOEI...
MAS ESQUECER VOCÊ, JAMAIS!

domingo, 20 de setembro de 2009

Inteligência Emocional


O que é Inteligência Emocional?
Inteligência emocional é um conjunto específico de aptidões utilizadas no processamento e conhecimento das informações relacionadas à emoção. Na história da psicologia moderna o termo “inteligência emocional” expressa um estágio na evolução do pensamento humano: a capacidade de sentir, entender, controlar e modificar o estado emocional próprio ou de outra pessoa de forma organizada.

Porque é que algumas pessoas parecem dotadas de um dom especial que lhes permite viver bem, apesar de não serem as que mais se destacam pela sua inteligência? Porque é que nem sempre o aluno mais inteligente acaba por ser o que tem mais êxito? Porque é que umas pessoas estão mais capacitadas do que outras para enfrentar contratempos, superar obstáculos e ver as dificuldades sob uma perspectiva diferente?
Gleman apresenta uma teoria revolucionária que abalou os conceitos clássicos da psicologia, que davam prioridade ao intelecto. A nossa concepção da inteligência humana é estreita e não tem em consciência uma ampla gama de capacidades essenciais para viver bem e alcançar um desenvolvimento integral do ser humano. A inteligência emocional é uma forma de nos relacionarmos e interactuarmos com os outros e com tudo o que nos rodeia, englobando aptidões como o controlo dos impulsos, a motivação, a perseverança, a empatia ou a agilidade mental, que configuram traços do carácter, como a autodisciplina ou o altruísmo, e que resultam essenciais para conseguir uma melhor
adaptação social.
(Do livro de Daniel Gleman)

sábado, 19 de setembro de 2009

Inteligência

É saber saber calar uma decepção, emudecendo os gritos de sofrimentos.
Infelizmente, lamentavelmente eu
não fui inteligente o suficiente. E somente minha inteligência justifica a solidez e a grandeza de minha burrice.
(elianecosta)

sexta-feira, 18 de setembro de 2009

Lágrima de uma saudade...


Ignorar!
Por mais que se tente, na vida é sempre assim, em tudo ha um começo, meio e fim.
Nada dura eternamente.
Eternamente enquanto dure...
(elianecosta)

quarta-feira, 16 de setembro de 2009

Saudades...


É o amor que fica...
É a dor de quem encontrou e nunca mais encontrará, de quem sentiu e nunca mais voltará a sentir. (elianecosta)

domingo, 13 de setembro de 2009

sexta-feira, 11 de setembro de 2009

A felicidade pode demorar


Às vezes as pessoas que amamos nos magoam, e nada podemos fazer senão continuar nossa jornada com nosso coração machucado.
Às vezes nos falta esperança. Às vezes o amor nos machuca profundamente, e vamos nos recuperando muito lentamente dessa ferida tão dolorosa.
Às vezes perdemos nossa fé, então descobrimos que precisamos acreditar, tanto quanto precisamos respirar...é nossa razão de existir.
Às vezes estamos sem rumo, mas alguém entra em nossa vida, e se torna o nosso destino.
Às vezes estamos no meio de centenas de pessoas, e a solidão aperta nosso coração
pela falta de uma única pessoa.
Às vezes a dor nos faz chorar, nos faz sofrer, nos faz querer parar de viver,
até que algo toque nosso coração, algo simples como a beleza de um pôr do sol,
a magnitude de uma noite estrelada, a simplicidade de uma brisa batendo em nosso rosto.
É a força da natureza nos chamando para a vida.
Você descobre que as pessoas que pareciam ser sinceras e receberam sua confiança,
te traíram sem qualquer piedade.
Você entende que o que para você era amizade, para outros era apenas conveniência, oportunismo.
Você descobre que algumas pessoas nunca disseram eu te amo, e por isso nunca fizeram amor, apenas transaram...
Descobre também que outras disseram eu te amo uma única vez.
E agora temem dizer novamente, e com razão, mas se o seu sentimento for sincero poderá
ajudá-las a reconstruir um coração quebrado.
Assim ao conhecer alguém, preste atenção no caminho que essa pessoa percorreu, são fatores
importantes: a relação com a família, as condições econômicas nas quais se desenvolveu.
(dificuldades extremas ou facilidades excessivas formam um caráter), os relacionamentos anteriores
e as razões do rompimento, seus sonhos, ideais e objetivos.
Não deixe de acreditar no amor. Mas certifique-se de estar entregando seu coração para alguém
que dê valor aos mesmos sentimentos que você dá.
Manifeste suas idéias e planos, para saber se vocês combinam. E certifique-se de que
quando estão juntos, aquele abraço vale mais que qualquer palavra.
Esteja aberto a algumas alterações, mas jamais abra mão de tudo, pois se essa pessoa
te deixar, então nada irá lhe restar.
Tenha sempre em mente que às vezes tentar salvar um relacionamento,
manter um grande amor, pode ter um preço muito alto se esse sentimento não for recíproco.
Pois em algum outro momento essa pessoa irá te deixar e seu sofrimento será ainda
mais intenso, do que teria sido no passado.
Pode ser difícil fazer algumas escolhas, mas muitas vezes isso é necessário.
Existe uma diferença muito grande entre conhecer o caminho e percorrê-lo.
A tristeza pode ser intensa, mas jamais será eterna.
A felicidade pode demorar a chegar, mas o importante é que ela venha para ficar e não
esteja apenas de passagem...
( Luiz Fernando Veríssimo)

terça-feira, 8 de setembro de 2009

Uma conversa com meu coração

Hoje estou aqui para ter uma longa conversa com meu coraçãozinho,ele me parece tristonho,quero saber dele o que aflige, porque pulsa descompasadamente, chora baixinho como assim quisesse emudecer gritos de sofrimentos. Calma! Aquietai-vos eu conheço-te por dentro...tu és parte de mim e eu sou parte de você...

Eu_Hoje acordei angustiada, magoada, sentindo
uma dor, um aperto no peito...
Levantei, logo lembrei da noite anterior,lembrei
você Witka, coloquei a mão no peito e perguntei
ao meu coração:
-O que tens e que fizeram contigo?
-Por que esta me deixando nessa agonia, nessa
inquietude?Estais doente?

Eu_A espera de uma resposta,fiquei em silêncio,é foi aí minh'alma começa a ficar inquieta e começa a chorar...
Eu_Assustada a perguntei:
Por quê choras minh'alma?
-Por quê você se atormenta dentro de mim?
-Responde minh'alma;
Estou assim porque você estar estar assim.
Você me indagas, o porque Witka fez isso e eu
não tenho respostas e sei que isso te deixa muito infeliz...
Você se sente pequena, impotente e isso também me faz pequena...
Eu sei que você queria ser diferente, que tudo tivesse
sido também diferente, e eu fico triste e choro por você...
Você agora está só, ele, bem distante de você...
Você nessa tristeza, eu me sinto em você,
fora de seu corpo...
Eu_Mais uma vez silenciosamente e pensativa...
Foi aí que meu coração atordoado, confuso me
responde prontamente:
-Eu estou triste!!!

-Sinto-me tão pequeno
-Estou muito magoado como você!
Eu_Fiquei espantada
-Comigo?
O que fiz eu ao meu coração?
Coração responde:
-Você sofre tanto com as pessoas;
-Preocupa-se com elas, é atenciosa, é verdadeira, amiga e
na maioria das vezes, sempre-se decepciona...
-Elas fazem uso das meias verdades.
-Você ama e depois sofre e fala que a culpa é minha...
-Você cria expectativa no que não existe.
-Espera por algo que não vem e nem existe e fica
triste e decepcionada...
-Aí você chora e dói muito em mim...
Eu vou carecer de curativos para CORAÇÃO FERIDO...
Curativos dos bons...
Eu_pergunto ao meu q'rido coração:
-Por quê dos bons?
-Coração responde:
-Curativos que estanquem suas tristezas, suas mágoas e suas
decepções...
-Que sejam tão grandes que possa envolver seu corpo em uma
abraço cheio de ternura para você se sentir segura e amparada.
-Curativos que façam sentir especial e amada...
-Precisa de de bons curativos, não carece que sejam eterno, afinal
nem tudo é para sempre...Que sejam descartáveis...Contando que
absorvam essa dor de decepção, essa ferida que não se vê, apenas sente.
-Curativos que, acima de tudo não a decepcionem, prometendo curas
que que não o façam...
-Curativos verdadeiros que te respeitem como mulher e ser humano.
-Não quero pena, quero amor...verdadeiro
- Quero amizade...verdadeira
-Não quero meias verdades
-Meias verdades é uma mentira inteira.
-Prometa-me que, se me ama, que vai cuidar de mim,
porque eu sou para te você, e se você sofre, eu sofro também...
Eu queria poder colocar você dentro de mim, enxugar tuas lágrimas
e ninar VOCÊ... Como eu estou dentro de VÔCÊ cuida de mim e não deixa mais ninguém te ferir porque quem vai sangrar Sou EU...

Dizer-te que tudo vai passar e proteger das decepções da sua vida, afinal você ja sofreu tanto que não sei como ainda consigo bater forte em seu peito!!!!!

(elianecosta)

segunda-feira, 7 de setembro de 2009

Mentiras

O que fazer com os dedos que digitam mentiras?
O que fazer com o coração doído?
Porque me fazes assim?
Não tenho mais luta, as forças se esvaiam sem medida nesse rio acima.
As cores se perdem nas manchas de sangue, nas vagidas cóleras, nas falsas cantigas.
Olho pra dentro busco remendo, de fato remédio não cura, não sara, nem muda.
Sangram as lágrimas da dor do avesso, quem nem um apreço se faz acolher, nas vastas conversas se pede amor, palavra maldita, na hora incerta, procura saída encontra rancor.
É certo que a razão nunca sabe qual lado que fica a verdade esquecida.
Lembro-me do bem, o mal nunca esqueço.
Prestes a mudar, a vida relembra uma carta, que mal escrita, dizia inspirada: "Te quero pra sempre ó linda amada".
Se existe esperança, a carta relembra, rasgada na raiva, guardada na alma.
(Roobertchay)

Não se constrói nada em cima de uma mentira. E meia verdade é uma mentira inteira.

(elianecosta)